Anuário da Indústria

0
21

A promoção de negócios, um dos pilares de sustentação das atividades do Ciemg teve novidades de peso em 2017: O Anuário da Indústria lançado no dia 7 de março. A publicação dará mais visibilidade para as empresas e informações sobre todos os setores da indústria.

Uma publicação especializada, focada exclusivamente na nossa atividade, onde mostramos, mais do que análises, projeções e perspectivas de especialistas e a experiência de empresários que vivem e fazem o cotidiano da nossa indústria, disse o o presidente José Agostinho da Silveira Neto, durante o lançamento da publicação.

Com esse Anuário, “queremos mais do que apresentar a realidade da indústria mineira, numa abordagem ampla dos principais e potenciais segmentos do setor, queremos aproximar nossas empresas do mercado e mostrar possíveis e novos caminhos a serem seguidos”, disse o presidente. Esse novo produto do Ciemg

foi idealizado como instrumento de inspiração e simboliza uma de nossas frentes de trabalho que é fomentar negócios, ressaltou.

 

Segundo relatou, a partir da realidade do país e do mundo globalizado, o conteúdo da publicação sobre a realidade do quadro econômico geral, mostra que a indústria mantém seu ritmo dinâmico de inovação e aprimoramento, e está empenhada em aprimorar seus produtos e antecipar o futuro. “Traz não só dados atuais, como ainda a vivência da realidade do que o setor está passando no momento no mundo globalizado e mostra o lado positivo de quem está conseguindo crescer, apesar da crise”, acrescentou.
“O Anuário mostra que nossa indústria, da qual devemos sempre nos orgulhar, mantém seu ritmo dinâmico de inovação e aprimoramento, dedicada e empenhada em aprimorar seus produtos e antecipar o futuro”, disse José Agostinho ao agradecer a contribuição da equipe do Sistema Fiemg e do Sebrae MG. Os empresários devem também “mostrar que tomamos o caminho da modernidade e unidos mostrar nossa importância na economia e na sociedade”.
Inovação – A inovação começa com a capacitação, disse o industrial Cássio Braga dos Santos, durante o lançamento do Anuário, ao fazer uma apresentação de sua experiência como um dos diretores do Ciemg.

Um modelo de associativismo e referência em capacitação empresarial, que tem ainda a promoção de negócios como uma das prioridades em 2017.

O diretor citou ainda o cadastro industrial que abre oportunidades principalmente para pequenas empresas que, em grande número sequer têm um site.
Para o industrial, o novo portal oferece maior interação e oportunidade única para que empresas de pequeno e médio porte se apresentem ao mercado em condição de igualdade com as grandes. “A qualquer hora, qualquer empresário do mundo que queira investir em Minas terá acesso a esses dois instrumentos de promoção de negócios”, disse Cássio Braga. Essa plataforma também abrigará o Anuário da Indústria para acesso virtual.

Anuário é exclusivo da indústria

Mesmo respondendo por 28% do PIB do estado, enquanto a média nacional é de 22,5%, a indústria do estado não tinha uma publicação focada exclusivamente no setor, o que chega agora com o Anuário da Indústria. É uma publicação de grande relevância, porque retrata de forma fiel a experiência de quem vive a realidade da indústria de Minas”, destacou a superintendente Maria Helena Martins de Sá Guedes, no lançamento do Anuário.
Entre outros temas de grande relevância da publicação, como sustentabilidade, inovação e potenciais setores para atração de investimentos, destaca-se uma entrevista com lideranças empresariais sobre os desafios da indústria e perspectivas para os próximos anos.

O Anuário mostra também a significativa diversificação da indústria mineira, além de mineração e siderurgia, que avança em setores como vestuário e confecções, hoje o segundo setor maior empregador da indústria de transformação em Minas, atrás apenas do segmento alimentício.

A indústria de Minas tem grande potencial para investimentos e avança de maneira rápida para a quarta revolução industrial. Dois exemplos são bem marcantes: o estado tem dois polos de desenvolvimento tecnológico que são as startups em Belo Horizonte e Região Metropolitana e as de tecnologia da informação, concentradas em Santa Rita do Sapucaí.
Versão virtual – O Anuário da Indústria, primeira publicação no estado, focada exclusivamente no setor industrial sobre os desafios e perspectivas para os próximos anos, com tiragem de 16.000 exemplares já está sendo distribuído nos principais polos do estado. Também terá sua versão virtual disponível para acesso por meio de mais um produto de promoção de negócios do Ciemg, o portal cadastroindustrialmg.com.br, que será lançado em maio.

SEM COMENTÁRIOS