Edição 1104

0
14

Sem dinheiro

A defesa do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, que cumpre pena em regime aberto, solicitou ao juiz Sérgio Moro para que a audiência da Lava Jato em que seu cliente será testemunha, em Curitiba, seja feita através de videoconferência pelo Rio de Janeiro. A audiência está marcada para o dia 9 de março. De acordo com os advogados, Costa não pode mais arcar com as passagens para a capital paranaense porque se encontra em grave dificuldade financeira, e com contas ainda bloqueadas.

Cunha fica na cadeia

Em julgamento na tarde de quarta-feira (15), o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu negar, por 8 votos a 1, o pedido de liberdade do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), réu em processos da Operação Lava Jato. Cunha fica preso agora por tempo indeterminado.

Calote I

A medida que autorizou o saque das contas inativas do FGTS vai deixar de fora milhões de trabalhadores que não têm saldo, porque os patrões não fizeram recolhimento para o Fundo.

Calote II

De acordo com dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), existem, pelo menos, sete milhões de trabalhadores cujos empregadores não depositaram o dinheiro devido, que correspondem a um débito total de R$ 24,5 bilhões inscritos na dívida ativa da União.

SEM COMENTÁRIOS