Estação do MOVE

0
48

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, entregou à população nesta terça-feira (27/12), em Belo Horizonte, a Estação de Ônibus Metropolitano Bernardo Monteiro para embarque e desembarque de passageiros do MOVE Metropolitano, na região hospitalar da capital. O equipamento, localizado na avenida Bernardo Monteiro, entre as avenidas Francisco Sales e Andradas, contou com investimento de R$ 11,5 milhões e atenderá, em média 5,5 mil passageiros por dia.

A estação vai operar com oito linhas troncais que fazem a ligação da região hospitalar de Belo Horizonte com os terminais São Gabriel, São Benedito, Morro Alto, Vilarinho e Justinópolis na região metropolitana. Segundo o subsecretário estadual de Regularização de Transportes, Renato Ribeiro, a entrega completa essa etapa de implantação do sistema Move. A partir próximo ano, a Secretaria de Transportes e Obras Públicas (Setop) começa a discutir com a comunidade a expansão para outras regiões.

 

Expectativa para 2017

Em entrevista após a solenidade, o governador Fernando Pimentel lembrou a situação financeira do Estado e as medidas que estão sendo tomadas, buscando o equilíbrio fiscal.

Estamos avançando. Conseguimos pagar o salário em dia. Pagamos a metade do décimo terceiro. A nossa situação é muito melhor que Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, mas é uma situação que exige cuidado. Não podemos relaxar. Vamos continuar no caminho de buscar o equilíbrio das contas, sem sacrificar os direitos dos servidores públicos, o que é muito importante para prestar um bom serviço para a população, afirmou.

Para 2017, a expectativa de governador é de pequena melhora. “Estamos fazendo grande esforço. Estamos criando alguns fundos. No começo do ano legislativo, nós vamos mandar para a Assembleia uma proposta criando alguns fundos – imobiliário e de ativos – para que o Estado possa dispor de alguns ativos que hoje não são utilizados e, assim, obter recursos e melhorar um pouquinho a arrecadação”, acrescentou.

Participaram também da solenidade os secretários Murilo Valadares (Transportes e Obras Públicas), Odair Cunha (Governo), Sérgio Menezes (Segurança Pública), a diretora geral da Agência Metropolitana de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Flávia Mourão, os presidentes da Codemig, Marco Antônio Castelo Branco, e MGI, Mário Assad Júnior, o diretor geral do Departamento de Edificação e Estradas de Rodagem (DEER), Célio Dantas, e outras autoridades.

 A Estação

Composta por seis plataformas, a Estação possui área total de 8,5 mil metros quadrados (incluindo calçadas e vias) e área edificada coberta de 747,6 metros quadrados, construída em estrutura metálica, com fechamento em vidros, painéis de alumínio e telha metálica acústica. Conta também com espaço de apoio, bancos de quatro lugares cada, banheiros feminino, masculino e para portadores de necessidades especiais, depósito de material de limpeza e sala de controle técnico. No entorno, foram executados projetos paisagísticos, de urbanismo e melhoria das condições ambientais.

O Governo do Estado já investiu R$ 120 milhões desde o início do projeto de implantação das estações de embarque e desembarque do MOVE Metropolitano na Grande BH. Sete deles estão em funcionamento: Justinópolis, em Ribeirão das Neves; Morro Alto, em Vespasiano; São Benedito, em Santa Luzia; São Gabriel e Vilarinho, em Belo Horizonte; além dos terminais de Ibirité e Sarzedo.

 

Linhas atendidas na estação Bernardo Monteiro
402 H Terminal São Gabriel/Hospitais
412 H Terminal São Benedito/Hospitais – Via Cristiano Machado
413 H Terminal São Benedito/Hospitais – Via Antônio Carlos
502 H Terminal Morro Alto/Hospitais – Via Cristiano Machado
503 H Terminal Morro Alto/Hospitais – Via Antônio Carlos
512 H Terminal Vilarinho/Hospitais
522 H Terminal Justinópolis/Hospitais – Via Cristiano Machado
523 H Terminal Justinópolis/Hospitais – Via Antônio Carlos

 

SEM COMENTÁRIOS