O que esperar da Black Friday 2016

0
8

A Black Friday é um evento tradicional dos Estados Unidos, onde é realizada desde os anos 80, um dia após o Dia de Ação de Graças. No Brasil, ela começou a aparecer no calendário do comércio há cerca de quatro anos. Nesse período, a data se transformou em um dos momentos mais esperados pelo varejo.

Por aqui, a data que, no início, era só um dia, hoje dura praticamente um mês. Quando falamos do ambiente virtual, o evento superou a tendência de crescimento apresentada pelo mercado – o e-commerce teve um crescimento nominal de 15% em 2015 quando comparado ao ano anterior, já a Black Friday apresentou uma evolução de 38% no mesmo período. Com isso, nesses primeiros quatro anos presente no país, a data saiu de um patamar de R$ 100 milhões na primeira edição, para incríveis R$ 1,6 bilhão na última edição, realizada em 2015. Espetacular, não é mesmo?

Uma pesquisa encomendada pelo Google e realizada pela Provokers em setembro deste ano buscou traçar e entender as expectativas do consumidor brasileiro perante a Black Friday 2016. Foram 800 respondentes, todos brasileiro entre 18 a 54 anos, de cinco regiões, pertencentes as classes econômicas A, B e C.

Os resultados coletados foram motivadores. Segundo o levantamento, 74% dos entrevistados se mostraram ansiosos para a Black Friday, sendo fatores de decisão para a compra: Preço (42%), Pagamento Parcelado (21%) e Confiança na Loja (17%). Ainda segundo as respostas colhidas, a data se mostra um bom momento para a aquisição das categorias Smartphones, Informática em Geral, TV’s, Equipamentos Audiovisuais, Eletrodomésticos e Eletro Portáteis. Sensacional, não? Mas como sua loja pode se destacar?
O primeiro passo, e essencial, é contar com uma plataforma de e-commerce que ofereça uma estrutura robusta, com diversidade nos métodos de pagamento e features que farão a diferença para o fluxo de compra do consumidor. A seguir, é importante garantir que seu fornecedor de tecnologia esteja comprometido com o sucesso de seus clientes na Black Friday – preparando e revisando toda a estrutura, para proporcionar uma experiência impecável em desempenho.

Além disso, é importante dispor de um suporte especializado para atuar durante todo o evento – assim você tem certeza que conseguirá solucionar eventuais problemas de forma rápida e imediata, afinal, a única preocupação do lojista nessa data deve ser vender, não é mesmo?

Os cuidados técnicos não são tudo. É importante se atentar a alguns pontos cruciais na visão dos consumidores. A mesma pesquisa do Google citada anteriormente levantou, por exemplo, que para 63% dos entrevistados, o importante é que o site passe credibilidade – ou seja, eles querem se sentir tranquilos para inserir suas informações sem medo. Por isso, um check-out transparente, informações claras sobre os seus serviços e um bom sistema antifraude são essenciais. Já para 37% o diferencial está mesmo em um processo de compra simples, rápido e sem complicação. Nesse sentido, é importante que você gaste um tempo com a usabilidade e fluxo de operações da sua loja. Por último, o conhecimento da marca pode ser um fator de desempate segundo os abordados, sendo citado por 29% da amostra.
E aí, você está preparado para a Black Friday 2016?

* Diretor de e-commerce da TOTVS

SEM COMENTÁRIOS