Exposições Tudoaver

0
37

Neste mês de outubro, o Tudoaver apresenta exposições de três artistas: desenhos de Alexandre Junior, gravuras de Eugenia Dornellas e pinturas de Isaac Saldanha.
A exposição de pinturas de Isaac Saldanha acontece até o dia 31 de outubro no Espaço das Artes do BIG Shopping. Desde criança o artista, natural de Itutinga (MG), gostava de desenhar e pintar de forma autodidata e intuitiva. Fez curso livre com Aretuza Moura em 1996 e, incentivado por ela, desenvolveu-se na pintura.

Em 2002 Isaac Saldanha, realizou sua primeira exposição individual no Big Shopping, por meio do Projeto Tudoaver. Atualmente tem alternado períodos produtivos e outros de baixa produção, nos quais vem fazendo pinturas que se baseiam em releituras de grandes pintores universais, como Monet, Van Gogh, Kandisnk e outros, como estudo, e também desenvolvendo pinturas autorais em diversas temáticas.

Vigiar – A mostra Vigiar, de Alexandre Junior pode ser vistos até o próximo dia 31 na galeria do Centro Cultural de Contagem. A exposição é um exemplo de como a arte está vitalmente presente nas relações interpessoais que os artistas estabe- lecem no seu cotidiano.

foto26
Natural de Contagem, Alexandre Júnior tem o desenho como linguagem básica para seus trabalhos. Formado em Artes Visuais pela EBA-UFMG, já participou de diversas exposições. Desenvolve também trabalhos na área dos quadrinhos e ilustração e participou das edições de 2013 e 2015 do FIQ. O artista foi selecionado no Edital Artes Visuais da Fundac 2016.

Outros Sinais – A exposição “Outros sinais”, de Eugênia Dornellas, pode ser visitada até o próximo dia 31, na Galeria da Prefeitura. São 23 trabalhos, entre serigrafia, xilogravuras e matrizes em que a artista propõe a interação dos signos urbanos com as experiências particulares, de ordem política, social, religiosa e outras de modo a mobilizar o pensamento e o psiquismo para serem expressos ou introjetados.

foto27
Eugênia Donellas é de Belo Horizonte. Graduou-se em Artes Plásticas com habilitação em xilogravura pela UEMG – Escola Guignard. Seus trabalhos de xilogravura têm como ponto de partida fotos autorais garimpadas de suas andanças pelas cidades. A artista foi selecionada no Edital Artes Visuais da Fundac 2016.

SEM COMENTÁRIOS