Alavancando resultados

0
41

Focado na capacitação empresarial, o Ciemg está recebendo inscrições para palestra a ser realizada no dia 18 de agosto. A meta dos organizadores é destacar para os participantes, a importância de alavancar resultados e como alcançar excelência nas vendas, a partir dos inovadores modelos de atividades de formação pessoal. O programa será coordenado pelo executivo, Rodrigo Dabés, especialista em coaching.

Segundo Dabés, “comprador é comprador em qualquer lugar do mundo e o que muda é o processo de venda que hoje tem no helper o substituto do vendedor, figura que está morrendo nesse contexto”. De acordo com Dabés, o helper não pensa numa simples venda, mas em proporcionar experiências diferenciadas, porque ele tem a capacidade de pensar no processo de vendas a partir da cadeira do comprador.

vendas-01

Para a superintendente do Ciemg, Maria Helena Martins de Sá Guedes, esse evento vem para restabelecer à confiança no cenário econômico. “Esse ousado programa de imersão possibilitará a cada participante um verdadeiro treinamento para estabelecer uma nova abordagem, um novo modelo que vai revigorar todo o processo de vendas nas empresas”, afirma Helena.
A palestra antecede um curso intensivo, o qual terá continuidade em setembro, no próprio Ciemg, em Contagem. Mais informações e inscrições: capacitaçao.ciemg@fiemg.com.br; (31) 3362-5406 e www.ciemg.com.

Profissionalização para acesso ao mercado 

O Projeto Construindo o Futuro Através do Conhecimento, criado pelo Conselho da Mulher Empreendedora da ACIC – Associação Comercial e Industrial de Contagem está colhendo os bons frutos de uma boa gestão. Foram entregues, os certificados para a primeira turma de 10 alunas do Curso de Corte e Costura do projeto deste primeiro semestre. A entrega aconteceu no auditório do CIEMG.
Realizado na sede da Associação Comunitária do Bairro Beatriz, o curso ensina métodos e técnicas de cortes costuras; e modelagem do Método Ioli. As oficinas capacitam profissionais para criar e desenvolver a montagem de figurinos.
Para Cristiane de Andrade Mendes esse curso foi uma oportunidade para se reinventar. “Não sabia pregar um botão e agora estou preparada para fazer blusas, vestidos e até calças”, relata.

SEM COMENTÁRIOS