Em recente evento social, um político de peso da cidade declarou que a Prefeitura de Contagem é uma viúva pobre e com muitos filhos para criar. Apesar dessa realidade, o número de pretendentes a desposá-la não para de crescer. Quanto mais perto do pleito e, por conseguinte, das definições partidárias, maior é o número de candidatos.
Na semana que passou o ex-vereador Jander Filaretti reuniu a imprensa contagense para um café da tarde, quando declarou que está preparado para ser prefeito de Contagem.”Sempre prestigiei a imprensa local, por isso resolvi reunir vocês aqui e anunciar minha pré-candidatura por meio dos veículos de comunicação da cidade. Fui vereador em várias legislaturas, dei minha contribuição e agora quero ter a oportunidade de governar a cidade”, declarou.

JC1095-0302X

Jander Filaretti declarou ainda contar com o apoio do ex-prefeito e ex-governador Newton Cardoso, um dos nomes emblemáticos do PMDB. “Fui convidado, no mês de março, para me filiar ao PMDB. Sabia que o partido estava em processo de composição da chapa de vereadores, mas avisei que minha pretensão não era voltar à Câmara Municipal”, anunciou.
Depois que Michel Temer assumiu a presidência, em mais uma conversa com Newton Cardoso, recebi um convite oficial para assumir a condição de candidato a prefeito. “É uma honra para mim, para qualquer um que já tenha ocupado cargo público, governar a cidade em que vive. Aceitei o desafio e estou iniciando o diálogo com os diversos atores políticos de Contagem, lembrando que

há quatro anos, o cacique do PMDB, Newton Cardoso, uniu todos os partidos para derrotar o PT em Contagem.Ele apoiou o PCdoB e conseguiu atingir o objetivo, que foi a vitória.

O pré-candidato peemedebista assegura que não quer derrubar ninguém, que deseja disputar as eleições, ganhar e fazer as mudanças que a cidade necessita.”Tenho muita experiência política e conheço muito bem a cidade. Sei que será um desafio, mas estou preparado para enfrentar o que vem pela frente. Inclusive as obras inacabadas que devo herdar do atual governo”, afirma.

Quando se fala em candidatura a prefeito, uma das primeiras questões que surge é de quem será o vice. JanderFilaretti diz que pretende conversar muito, ampliar o debate para aglutinar forças e só em agosto, prazo limite, vai definir quem será. “A intenção é criar um governo novo, um projeto novo para a cidade. As expectativas criadas ficaram abaixo daquilo que esperávamos. Não é o Jander Filaretti que diz, não é o PMDB que fala. Isso é a voz que vem das ruas, que precisa mudar”, complementa, lembrando que as conversas serão ampliadas com todos os partidos, exceto PCdoB e PT, que já definiram seus caminhos.

Ele garante que já começou a traçar o plano de governo que será proposto durante a campanha para convencer os eleitores, sem causar falsas expectativas, sem apresentar promessas que não podem ser cumpridas. “É preciso restabelecer os programas sociais, a exemplo do que foi feito pelo PMDB em Nova Contagem. Muito pouco foi feito em termos de habitação na cidade de lá para cá. Além disso, é preciso fazer a economia municipal voltar a crescer, investir pesadamente em infraestrutura”, concluiu.

Gastos – Jander Filaretti sabe que a campanha deste ano será diferente das anteriores, especialmente no tocante ao financiamento das mesmas, já que há limite de gastos e proibição para doações de empresas. “O grande impulso a ser dado será pelo partido, será pelo próprio PMDB”, assegurou.

Rede decide disputar eleição para prefeito

JC1095-0303XEm cerimônia realizada na última terça, 31 de maio, na Câmara Municipal de Contagem, os filiados ao partido Rede Sustentabilidade no município, que tem a presidenciável Marina Silva como um de seus maiores expoentes nacionais, se reuniram para empossar sua comissão provisória e lançar Kaká Menezes como pré-candidato a prefeito.
O momento foi muito festejado pelos presentes. O lançamento da pré-candidatura a prefeito de Kaká Menezes fez com que ele entrasse definitivamente para o cenário político municipal, agora como candidato, depois de muitos anos cooperando com as políticas públicas da cidade.
Com o apoio de empresários, políticos, artistas, lideranças comunitárias e grande participação de filiados e convidados, o Rede de Contagem quer mostrar sua força para as eleições municipais de 2016.

PT decide apoiar a reeleição 

O Partido dos Trabalhadores caminhará ao lado do prefeito Carlin Moura nas eleições municipais de Contagem. Em encontro voltado para definir a tática eleitoral de 2016, realizado no domingo, dia 22 de maio, os 95 delegados eleitos no último PED decidiram, por unanimidade, pela aliança com o PCdoB.
No encontro, duas teses estavam em disputa. A “Pra frente é que se anda”, que pregava a aliança e a “Filhos da esperança que venceu o medo”, que defendia candidatura própria. Após uma série de discussões, contudo, os partidários desta tese, em minoria, abandonaram a reunião. Com gritos de “PT e PCdoB, juntos pra vencer”, os delegados presentes aclamaram a união em torno da reeleição de Carlin Moura.

Irineu já prepara plano de governo

JC1095-0304XEm encontro recente, os vereadores professor Irineu e Rodinei Ferreira ouviram da deputada estadual e ex-prefeita Marília Campos e de outras lideranças do seu campo político a declaração de apoio e comprometimento com a pré-candidatura dos dois à prefeitura de Contagem.
Além da declaração de apoio, Marília Campos repassou ao professor Irineu e à Rodinei um documento com um conjunto de diretrizes para a consolidação do programa de governo para Contagem. A contribuição do grupo da deputada aponta para uma gestão cidadã, preocupada com presente e futuro da cidade.
As diretrizes são oito, dispostas da seguinte forma: governar para todos e com todos; austeridade administrativa e com o gasto público; reforma administrativa; eficiência e compromisso com a gestão; planejar o futuro; cuidado com a cidade; direitos sociais e perspectiva metropolitana.
O documento traz ainda uma análise da conjuntura atual do país e manifesta preocupações com o futuro de Contagem em face dos rumos administrativos que a cidade seguiu com a atual gestão. Ele pode ser visto na íntegra no facebook.com/irineu.inaciodasilva
Ciemg – Na manhã dessa quinta-feira, 2 de junho, os pré-candidatos estiveram reunidos com o presidente do Centro das Indústrias do Estado Minas Gerais -Ciemg, entidade contagense que está há mais de seis décadas no escopo da Federação das Indústrias -Fiemg.
Com a visão de que os temas associativismo, representatividade e parcerias estratégicas são muito caros ao em- preendedorismo e ao desenvolvimento da cidade, professor Irineu e Rodinei conversaram sobre propostas e projetos que, postos em prática, abranjam a cidade como um todo e busquem o crescimento sustentável e a melhoria do quadro social no município.
O encontro no Ciemg teve a presença, além de professor Irineu e Rodinei, do presidente do PSD Contagem e diretor da entidade, Raimundo Fernandes, do presidente do Ciemg José Agostinho da Silveira Neto e da superintendente Maria Helena Martins-Sá.

DEM aposta na tradição rumo à Prefeitura

JC1095-0305XO Democratas, após muito diálogo, decidiu lançar candidatura própria à eleição de prefeito em outubro e optou pelo nome do presidente de seu diretório municipal, Gil Diniz Neto, como pré candidato a prefeito da cidade.
Filho de tradicional família política de Contagem, Gil Diniz Neto é engenheiro e empresário da construção civil com profundo conhecimento dos problemas estruturais que atualmente atormentam o município.
Com 31 anos de idade, o jovem político não se intimida com os grandes desafios que poderá enfrentar, caso venha a comandar o executivo municipal no próximo ano. Tendo como sua bandeira principal o desenvolvimento econômico da cidade, Gil Diniz Neto espelha-se em seu avô, o ex-prefeito de Contagem Gil Diniz Junior, para levar à frente seu projeto de devolver a Contagem o título de “Coração da Indústria Mineira”.
Assim como o avô, que foi o criador da Cidade Industrial Juventino Dias, Gil Diniz Neto entende que, “tão importante quanto o acesso à boa educação e a uma saúde de qualidade, o trabalho digno é direito de todos, e cabe aos governantes incentivarem a geração de empregos através de políticas públicas adequadas que fomentem o surgimento de empresas e apoie aquelas já existentes. O poder público precisa parar de enxergar o empresário apenas como um pagador de impostos e passar a vê-lo como um parceiro essencial para a construção de uma cidade mais próspera e, consequentemente, mais humana”, afirma com entusiasmo.
É também no governo de seu avô que Gil Diniz Neto busca inspiração para o desenvolvimento de políticas sociais na cidade: “Com uma arrecadação ainda tímida naquela época, meu avô, que abriu mão de receber o salário de prefeito, construiu a primeira escola de segundo grau do município, o antigo colégio Clóvis Salgado; abriu vários postos de saúde na cidade e ainda doou inúmeros lotes as famílias carentes do município, mostrando que uma gestão eficiente e comprometida com a ética, certamente pode transformar a vida de uma cidade”
Para vencer estas eleições, Gil Diniz Neto conta com o integral apoio dos diretórios estadual e nacional do Democratas e lembra que desde 1973 Contagem não tem um filho seu à frente da prefeitura: “não me julgo melhor ou pior por isso, mas temos que dar fim aos aventureiros que chegam à cidade e enxergam na prefeitura apenas uma forma de fazerem verdadeiras fortunas à custa do nosso sofrimento”, finaliza o pré candidato, visivelmente indignado com a situação.

Encontro do PPL tem eleição em Contagem em sua pauta

JC1095-0306X

“Muitos políticos possuem mandato que só atrapalham nossas cidades, estados e todo o país. Eles passam os quatro anos mamando nas tetas do Poder e não dizem a que vieram. Eles não nos representam. Chega. Queremos mudança já!” O desabafo foi escrito pelo pré-candidato a prefeito de Contagem Domingos de Castro (PPL) em seu blog.
Ele acrescenta que está pesquisando projetos exitosos em outros municípios que também possam dar certo em Contagem para colocá-los em discussão com os contagenses durante a campanha, com riqueza de detalhes, sempre ouvindo o que a população tem a dizer.
A preocupação com o futuro de Contagem também foi tema da conversa que o pré-candidato teve com o presidente estadual do Partido da Pátria Livre, Francisco Rubió, além de membros da equipe de campanha e correligionários do partido. Durante o encontro, Domingos de Castro apresentou algumas propostas que pretende colocar em seu plano de governo, as quais foram muito bem aceitas pelo presidente do PPL. “Nossa ideia é fazer uma gestão técnica, com pessoas gabaritadas a assumirem importantes pastas da cidade e trabalharem de forma a solucionar os problemas, focando no povo”, explicou o pré-candidato.
“Contagem é muito importante para o partido e temos que ter como linha mestra desta campanha a volta do processo de industrialização. É preciso implantar escolas técnicas, incubadoras e um conselho de desenvolvimento social, composto por representantes dos vários segmentos da sociedade, responsáveis por deliberarem as soluções para os problemas do município”, disse o presidente do partido, Francisco Rubió
Domingos de Castro pretende apresentar um modelo de gestão administrativa para Contagem que seja moderno e técnico, desenvolvido em quatro pilares: saúde, educação, segurança e mobilidade.

SEM COMENTÁRIOS