Simplicidade e aprendizado

0
1329

JC1094-0201

Crise econômica é oportunidade para boa prática do Senso de Utilização.
Enquanto a situação é economicamente favorável, é comum aceitar comprar o que não é útil, acumular inutilidade e não fazer bom uso do que foi adquirido.
O padrão de consumo vai se elevando. As crianças se acostumam com esse novo padrão e não mais conseguem ser felizes se não ganharem um presente atrás do outro.
A crise pegou muita gente sem margem de segurança. E, mais, não é certo conseguir socorro externo. O governo brasileiro está com dificuldades. Também estão em situação difícil os países importadores de nossos produtos.
O consumismo não vai ajudar nossa economia tão cedo. Portanto, melhor é evitar o consumismo desnecessário.
Com um bom Senso de Utilização retiramos de nossos padrões de consumo aquilo que é dispensável.
Se é preciso escolher uma escola mais barata ou o ensino público para os filhos, a baixa qualidade do ensino da nova escola pode ser complementada com criação de ambiente de estudo em casa, desligando ou vendendo a televisão. Festas e passeios serão substituídos por estudos. Roupas caras substituídas por livros baratos.
Quanto mais tempo durar a crise, mais tempo teremos para estudar, criar conhecimento, desenvolver habilidade, promover a proatividade. Para isso não é preciso muito dinheiro. Basta agendar, definir horário e metas de aprendizado.
Enquanto faltarem milhares em dinheiro, podemos utilizar os bilhões que recebemos de herança de nossos pais: nossos 80 a 100 bilhões de neurônios que cada um tem no cérebro. Isso é bem barato. E mais, é com competência que vamos superar nossos desafios, inclusive econômicos.
Estou gostando das oportunidades desta crise.

Wagner Matias de Andrade – www.5s.com.br

SEM COMENTÁRIOS