No Carnaval aumenta o risco de algumas ocorrências atendidas pelo Corpo de Bombeiros em todo o Estado. Como nos anos anteriores, a preocupação dos militares é prevenir os afogamentos e garantir uma diversão mais segura.

Uma das estratégias do planejamento para o Carnaval será a realização de ações de prevenção a afogamentos nas principais lagoas, cachoeiras e balneários do estado, como Represa de Furnas, Três Marias e Serra do Cipó locais bastante frequentado por turistas. De acordo com o Capitão Heitor Mendonça, todas as operações que serão realizadas pelas equipes do Corpo de Bombeiros são precedidas de um planejamento específico, que leva em conta as características dos locais e a necessidade logística da corporação”, diz. Ele lembra que todas essas ações para o período de carnaval serão realizadas concomitamente com as ocorrências rotineiras, dentre elas, as relacionadas ao período chuvoso.

JC1094-0701

Apesar de intensificado nos dias de Carnaval, o trabalho das guarnições do Corpo de Bombeiros começa bem antes da folia. Durante todo o ano anterior, são realizadas diversas campanhas de conscientização e orientação. As dicas foram condensadas em uma cartilha (ver quadro abaixo) que será veiculada pelas redes sociais da corporação. A intenção é desenvolver no folião ou mesmo naquele que deseja curtir um feriado mais tranquilo, noções de autoproteção, ou seja, adotar comportamentos que diminuam os riscos daquele indivíduo sofrer algum acidente ou saber como agir caso ele aconteça.

Vargem das Flores receberá operação especial

JC1094-0806

A Lagoa Vargem das Flores receberá uma operação especial entre os dias 6 e 9 de fevereiro, durante o feriado de Carnaval. Órgãos de defesa social dos municípios de Contagem e Betim e do Estado de Minas Gerais planejaram a operação conjunta. A ação visa garantir a preservação do meio ambiente, bem como a segurança da população.

O intuito dos órgãos de segurança com a operação será proteger o manancial, a área verde e evitar que a concentração de visitantes cause impactos ambientais à Área de Preservação Ambiental de Vargem das Flores (APA Vargem das Flores). O local é classificado como uma unidade de conservação de uso sustentável, possui 12.623 hectares de extensão, sendo 90% em Contagem e 10% em Betim. Além de abrigar espécies animais e vegetais característicos dos biomas Mata Atlântica e Cerrado o manancial é responsável pelo abastecimento de água de cerca de 15% da população da RMBH.

A segurança da população é outra preocupação dos órgãos de segurança, pois mesmo com as chuvas, o nível da lagoa continua baixo, o que aumenta os riscos de utilização da represa. Segundo o tenente Rodrigo César dos Reis, do 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros,

para evitar afogamentos e os riscos das pessoas se machucarem, devido as construções antigas, cercas de arame e tocos de árvores que estão no fundo, estamos realizando esta força- tarefa. É importante a conscientização da população para que não entrem na lagoa.

Força-tarefa – Na região da lagoa, tanto em Contagem como em Betim, serão montadas seis blitzes com a presença efetiva da Polícia Militar, das secretarias de Meio Ambiente, das guardas municipais, das coordenadorias de Defesa Civil, da Transcon, Transbetim, da Vigilância Sanitária, Posturas, Copasa, Corpo de Bombeiros, Companhia de Meio Ambiente e Instituto Estadual de Florestas (IEF). Além das blitzes haverá patrulhamento com motos, viaturas, cavalaria e embarcações. O apoio da Marinha também foi solicitado.

Perda ou roubo de
documentos

Os feriados prolongados como o Carnaval são épocas propícias para as pessoas perderem documentos ou serem vítimas de roubos. Perder a carteira de identidade ou o CPF pode se tornar uma dor de cabeça se os documentos caírem na mão de golpistas. Para os especialistas do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), o primeiro passo para diminuir o risco de ser vítima de algum tipo de golpe é evitar levar documentos pessoais e importantes, quando o folião for curtir o Carnaval.

O ideal é carregar apenas o essencial e manter tudo protegido de assaltantes, principalmente onde a concentração de pessoas é maior como nos blocos de rua, nos ensaios de escolas de samba, em festas ou em casas noturnas”, explica José Vignoli, educador Financeiro do SPC Brasil. “É importante também anotar em outro lugar os dados do cartão e do cheque, além do telefone do serviço de atendimento ao consumidor do banco.

Importância de BO – A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, também reforça a importância de registrar um boletim de ocorrência. “O consumidor pode se precaver entrando em contato com o Procon (Instituto de Defesa do Consumidor) mais próximo e com o balcão do SPC Brasil de sua cidade”.
“Com isso, os estabelecimentos comerciais são informados do problema ao consultarem a base de dados do SPC Brasil, o que inibe a atuação de terceiros mal intencionados, que tentam utilizar o CPF perdido para fazer realizar compras”, explica a economista.

Dicas para evitar fraudes:

Leve só os documentos extremamente necessários para curtir a festa. Se possível, deixe os cartões em casa e leve dinheiro;
Guarde seus pertences em compartimentos seguros, preferencialmente junto ao corpo;
Anote os dados dos seus cartões de crédito e o número do serviço de atendimento ao consumidor do seu banco ou de sua operadora de cartão;
Em caso de perda, furto ou roubo, registre imediatamente um boletim de ocorrência, comunique o fato ao banco e bloqueie seus cartões. Depois do feriado, procure o Procon mais próximo e comunique a perda ou o roubo no SPC Brasil de sua cidade, com inclusão de um alerta de documento. Acesse o site https:// www.spcbrasil.org.br/consumidor/spc-alerta-de-documentos

SEM COMENTÁRIOS