Dificuldades e incertezas

0
50

Depois de um 2015 muito movimentado, em que o Brasil se viu em meio à crise econômica e política, a expectativa da CDL Contagem para 2016 é de mais dificuldades em meio a muitas incertezas sobre o que pode acontecer.

A entidade alerta os associados também para o fato de que com as perdas de arrecadação, os governos federal e estaduais – além das capitais – elevarão seus principais tributos, aumentando a já massacrante carga tributária imposta às empresas brasileiras. E isso acontece em um momento em que cada vez mais os pequenos negócios precisam de incentivos para continuar a apresentar os resultados positivos de geração de emprego e renda.

JC1093-0903

Em artigo publicado recentemente, o presidente da CDL Contagem, Frank Sinatra, afirma que os lojistas não suportam mais fazer o papel de para-choque da economia, de coletor e repassador de impostos para o governo. “O lojista não suporta mais continuar marginalizado do processo de reformas, ainda que seja o maior empregador do país”, acrescenta ele.
“O ano de 2016 será ao mesmo tempo difícil e desafiador. Será um ano para vencedores, por isso, é preciso parar de esperar e fazer acontecer. É preciso fazer de 2016 o ano da ação, o ano da atitude”, finaliza Sinatra.

SEM COMENTÁRIOS