Para encerrar 2015 com “chave de ouro”, o que não falta são festas de confraternizações, sejam corporativas, entre amigos e, a mais tradicional, entre familiares. Nesta hora sempre sobram dúvidas de como se vestir e até mesmo de como se portar nestes eventos. Para evitar gafes ou o “mico” de se vestir como o “Papai Noel”, há dicas preciosas que poderão somar muito à sua imagem e transmitir uma identidade pessoal ideal.

Em primeiro lugar é importante lembrar que eventos durante o dia, por serem mais despretensiosos, merecem atenção diferente daqueles realizados à noite, sempre mais sofisticados e algumas vezes sedutores e cheios de segundas intenções. Ainda assim, o bom senso deve ser palavra de ordem, afinal hierarquia profissional não desaparece com um drink a mais. Aliás, drinks a mais podem ser um risco para a imagem pessoal.

Falando em look, o bom senso permanece como regra essencial. Exageros nos decotes, comprimentos inadequados, transparências, saltos altíssimos e maquiagens, certamente delapidarão com a sua imagem profissional construída durante o ano todo. Também não é aconselhável levar acompanhantes. O motivo da confraternização é a interação entre os colegas e não familiares.

A regra de bom comportamento serve para todo tipo de evento, independente do lugar, tanto em salão de festa, navio, hotel, praia, entre outros. O item “portar-se” é de uma crueldade infinita, nunca se tem uma segunda chance de causar uma primeira boa impressão. Lembre-se sempre disso! Como você se comporta diante de qualquer circunstância, sempre será mais importante que o acontecimento em si, invariavelmente estará acima de qualquer outro aspecto. Entre as atitudes aconselháveis estão: cumprimento de forma agradável, adequação, gentileza, manter o controle emocional, ser

JC1090-1202você mesmo e por aí vai. Já a vestimenta, impacta e muito na sua imagem pessoal.
Eventos profissionais, ainda que seja uma festa, deverão ser tratados como uma extensão do trabalho. Se vista apenas “um pouco mais” à vontade do que durante os dias de trabalho. Caso esteja em uma praia, fique bem atento na hora da escolha das roupas. Se o encontro ou evento for num cruzeiro, fique ligado no percurso das cidades que irão fazer, no roteiro, na programação e festas temáticas, caso haja. Dê preferência por roupas de cores neutras, para poder variar nos acessórios. Privilegie tecidos que não amassem.

Independente de superstições e tradições, as cores têm personalidade, mas você poderá usar qualquer cor nestas datas. Caso use vermelho, poderá su- gerir tanto que você é uma pessoa conservadora quanto mostrar que você não está preocupado com detalhes como estes. Mais importante é usar uma cor que lhe caia bem, ou seja, combine com o seu tom de pele. Prefira tecidos leves e de cores claras. Porém, se a confraternização for entre familiares e amigos, as coisas mudam um pouco. Use roupas confortáveis tanto em casa quanto fora. Caso seja o anfitrião, deverá seguir a mesma linha, quanto à postura e aos looks.

SEM COMENTÁRIOS