Estrada Real

0
523

O Caminho dos Diamantes da Estrada Real é o tema do Globo Repórter desta semana. A atração vai ao ar hoje, sexta-feira, 23 e traz os encantos e histórias da rota que liga Dia- mantina a Ouro Preto.
O programa é fruto de um intenso trabalho de equipe. Durante aproximadamente um ano, o Instituto Estrada Real auxiliou na elaboração e produção desse mais que especial Globo Repórter. A rota é repleta de causos, contos, um povo hospitaleiro, além de uma farta gastronomia, rica cultura e belezas naturais. Quem viaja por esta rota sabe que história pra contar é o que não falta. E serão algumas dessas histórias que farão parte desse programa imperdível.

Beleza – O Caminho dos Diamantes passou a ter grande importância a partir de 1729, quando as pedras preciosas de Diamantina ganharam destaque nas economias brasileira e portuguesa. Além da história de seus municípios, da cultura latente e da gastronomia típica, o Caminho dos Diamantes destaca-se pela beleza natural.

Atrativos que somam aventura, natureza, história e cultura dão o tom das viagens pelo Caminho dos Diamantes da Estrada Real.  O viajante percorre 395 km divididos em 18 planilhas na companhia da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço e de suas paisagens exuberantes.

Para quem percorre o caminho dos Diamantes no sentido Diamantina – Ouro Preto, 178,3 km são entre subidas curtas e longas, sendo que uma das mais longas é a do trecho entre Itapanhoacanga a Santo Antônio do Norte, mas, como um todo, o nível de exigência física é menor.  Em boa parte dos percursos existem poucas opções com áreas sombreadas, principalmente entre Diamantina e Bom Jesus do Amparo. Normalmente os viajantes gastam em média 7 dias para percorrer de bicicleta e 20 dias a pé, mas isso varia com o tom que o turista que dar para a sua viagem.

SEM COMENTÁRIOS