Recuperação do Fernão Dias

0
244

O representante de Contagem Marius Fernando Cunha de Carvalho informou aos deputados da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa que existe um projeto de recuperação do Parque Fernão Dias, na divisa de Contagem e Betim, mas que há dificuldade na captação de recursos para sua execução, em razão da crise econômica.

O anúncio foi feito em audiência pública solicitada pela deputada Marília Campos (PT) e pelo deputado Ivair Nogueira (PMDB), com o objetivo de debater o abandono do local, rico em área verde e estrutura de lazer.

De acordo com o gestor, o parque nunca foi unidade de conservação e foi criado para atuar como área de lazer da população. Ele explicou aos parlamentares que o termo de cessão do espaço à Prefeitura de Contagem foi assinado em 2013, associado a um pré-projeto do Instituto Ethos – Empresas e Responsabilidade Social.

“O estudo aponta a necessidade de um investimento de cerca de R$850 milhões e contempla piscina pública, centro esportivo, complexo hoteleiro e proteção de áreas de preservação”, disse.

Marcius destacou, ainda, que houve uma negociação para captação de recursos com a Petrobras, mas que a crise econômica suspendeu qualquer possibilidade de avanço neste sentido.

“O parque não está totalmente fechado e vem sendo usado para fins de treinamentos militares e de competições esportivas eventuais. A prefeitura vê com bons olhos a parceria dos municípios, Estado e ALMG e quer a doação definitiva do parque”, ressaltou.

Estado – O diretor de Áreas Protegidas do Instituto Estadual de Florestas (IEF), Henri Dubois Collet, afirmou que quer conhecer melhor o projeto que hoje está em poder da Prefeitura de Contagem, para fazer parte da comissão e saber como ajudar. Em sua fala, ele defendeu que a revitalização seja discutida com a população, que seria a maior beneficiada.

A Comissão pede que governo articule processo de revitalização. A deputada Marília Campos disse querer devolver o local de humanização à sociedade e, como é necessário investimento alto, é preciso unir forças. Ao final, foi solicitada uma nova audiência pública para que o Estado apresente um estudo e proposta de reestruturação do parque.

SEM COMENTÁRIOS