Hector Costita marca os 50 anos do samba jazz

0
125

O saxofonista e clarinetista argentino Hector Costita nasceu em Buenos Aires, Argentina, e fez carreira no Brasil, onde vive e ajudou a criar o samba jazz. Em documentário inédito da série Passagem de Som, o músico recorda sua trajetória musical no País e no exterior e cita nomes relevantes da música nacional e inter- nacional, com os quais já trabalhou. Além disso, visita a atriz e cantora Bibi Ferreira e o produtor musical Rafael Altério. O programa vai ao ar no domingo, às 21h na Sesc TV Na sequência, o canal exibe show do músico na série Instrumental Sesc Brasil. As produções têm direção de Max Alvim.

No Passagem de Som, Costita conta que veio para o Brasil, em 1958, com um grupo montado pelo pianista escocês Roberto Inglez. Eles ficariam no País durante três meses e a temporada terminava no Rio de Janeiro. “Se interessou pelo trabalho do contrabaixista Chu Viana e o pianista era João Donato”e pediu para ficar. “Eu estava interessado pelo som que acontecia no Brasil. Era o começo da bossa nova, eu decidi ficar”, explica.

No Brasil, Costita gravou diversos álbuns de bossa nova e jazz, muitos deles, solo.

SEM COMENTÁRIOS